[Resenha] O enigma do Coronel Fawcett – O verdadeiro Indiana Jones

Título: O enigma do Coronel Fawcett
Subtítulo: O verdadeiro Indiana Jones
Autor: Hermes Leal
Editora: Geração Editorial
Páginas: 312
Ano Lançamento: 1997
Em O enigma do Coronel Fawcett: o verdadeiro Indiana Jones, lançamento da Geração Editorial, o escritor e jornalista Hermes Leal se dedicou a instigante tarefa de contar a biografia desse explorador, bem como as impressões sobre os lugares por onde passou. O livro detalha a determinação, a coragem e as dificuldades encontradas por Fawcett para alcançar o seu tão almejado sonho - o de descobrir vestígios de uma cidade desaparecida no Brasil Central, o que culminou com o seu desaparecimento em 1925. Fato até hoje envolto em um mistério que intriga pesquisadores e expedicionários.
Sim! Indiana Jones existiu não aquele personagem interpretado por Harrison Ford e sim o Coronel Fawcett, para grande maioria ele é uma pessoa desconhecida, mas para alguns, Fawcett continua sendo uma lenda.

Uma biografia maravilhosa, o autor, traz para nós um livro rico em detalhes em diversos aspectos da vida de Fawcett, em uma busca incessante para entender o que aconteceu realmente com o coronel.

Hermes Leal possui uma escrita bem fluida e atrativa, sendo uma biografia o autor buscou tudo sobre a vida do coronel, sua vida pessoal e sua busca incansável pela cidade perdida e a Misteriosa Z.

Notamos uma busca incessante do Coronel em achar essa tal cidade perdida, seja pela fama e até em busca de um tesouro perdido.

O leitor é levado através de uma leitura incrível, através de terras inexploradas do Brasil e de quase toda América do Sul, sendo desbravado pelo corajoso Fawcett.

Coronel teve seus dias de glória e fracassos, em busca do desconhecido, passou por grandes perigos e situações muito complicadas que ainda povoam muitas histórias e lendas se realmente Fawcett achou sua cidade desconhecida.


Fica nossa dica de leitura para aqueles que gostam de uma boa biografia e repleta de aventuras.

[Resenha] Baladas Proibidas - A História do Rei do Ecstasy


Livro: Baladas Proibidas - A História do Rei do Ecstasy
Autores: Gabriel Godoy e Bolívar Torres
Páginas: 208
Ano: 2017

Sinopse: Baladas proibidas conta a história real de um jovem do interior de São Paulo que descobriu o universo das raves e das drogas sintéticas, virou traficante e se tornou o Rei do Ecstasy. Em uma vida que desafia a passagem do tempo, dia e noite deixam de ser referências, o prazer parece não conhecer limites e tudo é muito rápido, alucinante e superlativo – drogas, álcool, festas, sexo, carrões e iates em meio a mortes, prisões e extorsões. Neste livro, o comércio de substâncias proibidas não é aquele que interrompe a tiros a paz ilusória de nossas cidades ou que nos choca, à distância, pelos jornais e pela TV. Gabriel Godoy, o protagonista que relata sua história ao jornalista e escritor Bolívar Torres, poderia ser nosso filho, ou um primo ou sobrinho nosso, morador do subúrbio ou do interior.

O Livro foi dividido em duas partes, na primeira iremos conhecer o Gabriel, um jovem ambicioso que saiu do interior de São Paulo para crescer na vida e sua vida acaba tomando outros rumos.
Gabriel irá contar como ele entrou no mundo do tráfico e passou a revender ecstasy, conheceremos seus parceiros de venda, sua paixão pela Mel e como tudo funcionava antes dele ser preso.

"Eu estava no caminho certo, mas queria o destino que fosse diferente. Às vezes, me pergunto o que teria sido da minha vida se, naquela viagem noturna, tivesse dormido até o ponto final. Ou se tivesse derrubado algum prato no fim de semana de testes e perdido o emprego. Ou se a festa na minha cidade natal tivesse se vingado. É impossível saber. O que sei é que a mudança para aquele chalé transformou meu caminho para sempre."

Na segunda parte ele irá contar como foi o tempo em que passou preso e o seu retorno ao tráfico, envolvendo policiais.
Com o tempo ele passará a ser conhecido como o rei do ecstasy e começará a fábricas suas drogas, além de vendê-las.
Atingindo o nível financeiro desejado e envolvido com o tráfico que rumo sua vida tomará? O que ele busca nos mostras contando sua história? Só lendo pra saber! rs

Recomendo a leitura!
Quer adquirir o livro? Acesse Aqui


Obs.: A imagem é meramente ilustrativa, não faço uso de nenhum tipo de droga, os comprimidos da foto são os que minha mãe toma por conta da hipertensão e diabete, e esse pó é sal.


[Entrevista] Guto Cruz

Hoje trago pra vocês a entrevista que fiz com o autor Guto Cruz


Suka: Fale um pouco sobre você:
Guto: Eu falo muito de mim no meu livro.. passei muito tempo tentando me definir, me caracterizar, me identificar.. Mas a vida é uma constante transformação. Esse é o movimento. Hoje já não sei se sou o mesmo das páginas que publiquei e amanhã, provavelmente, eu já seja um pouco diferente do cara que está respondendo essa pergunta. E, quer saber, eu acho isso um barato.

Suka: Você sempre quis ser escritor?
Guto: Eu sempre quis ser tanta coisa. Apresentador de programa de TV, poeta, ator, escritor, professor. E a vida é muito louca, né? O que é nosso sempre da um jeito de nos encontrar. E foi assim com a literatura também. Na sala de aula, no escuro do meu quarto, nas páginas do meu livro.. ela sempre esteve ali. Não consigo me ver como uma figura de escritor.. eu sou o menino que escreve.
Sabe que quando eu era guri, fiz uma listinha de 100 coisas pra fazer antes de morrer. Inclusive, o Doce Luar da Primavera fala sobre isso. Mas, nessa listinha, publicar um livro já estava presente. É um sonho antigo de um moleque 

Suka: Como surgiu a ideia de escrever o livro O doce luar da primavera?
Guto: Assim que entrei na faculdade de Letras. Eu botei na cabeça que publicaria um livro até o final do curso.

Suka: Já escreveu outros livros ou pretende escrever?
Guto: Já escrevi sim! Aguarde e lerás 🙊

Suka: Quanto tempo levou para escrever esse livro?
Guto: O mesmo tempo de azar de alguém que quebra um espelho.

Suka: Quem te apoiou na sua ideia (editora, família, amigos)?
Guto: Todo mundo ficou muito contente com a novidade da publicação! Sabiam que já estava na hora de consolidar essa minha paixão pela literatura. 

Suka: Fale um pouquinho sobre seu livro.
Guto: Ah! Só falo com quem leu. Se quiser conversar sobre a leitura, trocar uma ideia, manda DM no Instagram que eu falo @ogutocruz . Não gosto de dar spoiler. Quem quiser o arquivo em PDF pode chamar lá também que eu encaminho. É muito rapidinho de ler. 

Suka: Se quiser escrever mais alguma coisa que acredita ser interessante fique a vontade. 
Guto: Eu já falei que eu me matei no meu livro? Hahahah

Confiram a resenha que fiz do livro dele (aqui)

[Resenha] A Bíblia do MMORPG


Livro: A Bíblia do MMORPG
Autor: Richard Stankevicius "Paranoid"
Páginas: 172
Ano: 2017

Sinopse: A Bíblia do MMORPG aborda as questões técnicas e comportamentais mais relevantes no universo dos jogos online e sugere novos rumos, objetivando o aumento da ética e da profissionalização de seus jogadores, através de conceitos inéditos de acessibilidade e interatividade que solucionam diversos problemas que são negligenciados há muito tempo. Esta obra também apresenta os habitantes do mundo virtual, sua linguagem, anseios e aflições, relacionando o aumento da demografia virtual à decadência da sociedade contemporânea através de temas como: sadismo e sensacionalismo na TV, violência urbana, ostentação em redes sociais, entre outros, que destroem as fronteiras entre real e virtual e trazem à tona tendências comportamentais relevantes na era digital.

MMORPG é um jogo de interação de personagens online e em massa para múltiplos jogadores em tempo real, tudo que acontece fica registrado no servidor.

"Esta obra conduz o leitor através do universo cotidiano dos gamers, apresentando sua linguagem de forma simples, intuitiva e de forma tão profunda qye se torna interessante até mesmo para aqueles que já a dominam."

Esse livro é para todas as pessoas que tem interesse no jogo, jogadores antigos ou novos jogadores.
O autor irá abordar um pouco de tudo que envolve os MMORPG, origem, características, a questão monetária, pois quem joga e tem condições investe bastante no jogo, um glossário para que possamos entender melhor esse mundo e um pouco sobre o próprio autor.
O livro é cheio de termos técnicos mas a escrita do autor nos inserir que quando percebemos já estamos entendendo bem os termos.
O titulo se refere a Bíblia porque o autor gosta de ler a Bíblia e faz referências a passagens bíblicas inseridas no contexto do MMORPG.

"Então, da mesma forma que muitas pessoas são desagradáveis na vida real, essa desagradabilidade também pode se estender aos personagens que elas controlam e, como tudo no universo está interligado, essa energia ruim pode contaminar outras pessoas, trazendo prejuízos para elas dentro e fora dos jogos, mesmo que possam nem perceber."

É um livro curtinho e gosto de ser, principalmente se você curti esse tipo de jogos.
Quer adquirir o livro? Acesse Aqui

Ed. Illuminare Conquistando Espaço Para Seus Autores

Agora em Maio a editora Illuminare estará levando 6 autores nacionais para dois eventos em Buenos Aires.



3ª Feira do Livro Livre - Patrocinado pela Illuminare - a se realizar no Centro Cultural Brasil Argentina - Buenos aires/Argentina
5 de maio as 19:00


43ª Feira Internacional do Livro 
6 de maio das 16 as 18:30
Stand da Embaixada Brasileira.

Os livros que serão lançados nesses dois eventos são:



LIVRO: GRITOS DE REVOLTA
Crônicas de Protesto Social


LIVRO: MULHERES FATAIS
Contos Policiais


LIVRO: ESCRITOS DE UM VERÃO
Contos, crônicas e poesias tematica livre

LIVRO: ESPINHOS E ROSAS
Historia de Vida - Edição Bilingue Portugues/Espanhol

Todos os autores abaixo, estão em algum dos livros acima.
Os autores que a Illuminare vai apresentar são:

Carlos Aparecido da Silva Abreu, natural de Taubaté. Pseudônimo Carlos Asa. Formado em magistério, organizou grupo de teatro estudantil exercendo as funções de ator, diretor, escritor e coordenador do grupo. Trabalhando com peças próprias, priorizando a participação das crianças e jovens da escola com o objetivo de promover a socialização e desenvolvimento emocional, com participação em duas edições do Festival de Teatro Estudantil promovido pelo SENAC Taubaté. Faz parte, atualmente, do quadro de servidores do Ministério Público do Estado de São Paulo. Autor de diversos contos em antologias. Autor do livro A Pequena Florista.

Fernando Nunes, natural de Porto Alegre, advogado e Membro da ALB (MG) e da ALUBRA (SP). Diversos contos publicados em coletâneas e antologias. Autor do livro Microcontos Ecléticos.

Alexandre Braoios, paulista, biomédico, docente da Universidade Federal de Goiás – Regional Jataí. Possui contos publicados em diversas antologias. Autor do romance Coisas de Menino.

Cecília Torres, nascida em São Paulo. Professora, pós-graduada em Literatura e Língua Portuguesa pela Unip, trabalha como professora de português e inglês. Já publicou diversos contos em antologias e coletâneas.

Valéria Gravino, advogada, articulista, possui dois títulos de MBA. Autora do livro “A responsabilidade do sócio na execução fiscal”, que alcançou o 1º lugar dos mais vendidos da Amazon e de “Enquanto espero”, concorrente do Prêmio Kindle de Literatura 2016. Publicou diversos contos em antologias.

Tito Prates: escritor e pesquisador literário. Publicou o livro Viagem à Terra da Rainha do Crime e diversos contos em antologias nacionais e internacionais. Ganhador de prêmios literários, lançou em 2016 a única biografia em língua portuguesa de Agatha Christie "From my Heart". Embaixador brasileiro de Agatha Christie (“cargo” concedido em Londres por Mathew Prichard, neto e administrador do legado da escritora).

Todos esses autores não pagaram absolutamente nada para participar de nenhum dos dois eventos. A Illuminare esta patrocinando os eventos e conquistando esses espaços para seus autores. As entradas da Feira Internacional do Livro, os livros para divulgar, doar e sortear, camisetas, banners e brindes tudo é patrocinado pela Editora.

Porque ela investe nos seus autores!

Fica a dica!

[Resenha] Harry Potter e o Cálice de Fogo

Título Original: Harry Potter and the Goblet of fire
Autora: J.K. Rowling
Editora: Rocco
Páginas: 535
Ano Lançamento: 2015
No quarto ano em Hogwarts, Harry Potter, embora ainda sem idade suficiente, é misteriosamente selecionado pelo Cálice de Fogo para competir no arriscado Torneio Tribruxo. Estranhos sinais luminosos no céu mostram que Voldemort pode estar anunciando sua volta. Além disso, a marca na testa de Harry não pára de doer, o que sempre significa que algo muito tenso está para acontecer. Harry e seus amigos precisam enfrentar testes terríveis, dentro e fora da gincana. Será que estão preparados?

Quarto livro da saga Harry Potter, e mais uma vez com um extraordinário talento da J.K. Rowling, que deixou uma obra repleta de aventuras e muita, mas muita emoção e perigos em cada página.

Na obra, vamos acompanhar o Torneio Tribruxo, uma competição entre as três maiores escolas de bruxaria: Hogwarts, Beauxbatons e Durmstrang, sem contar que acontece à Copa Anual de Quadribol, deixando Harry totalmente pirado pra assistir.

Esse Torneio Tribruxo só pode ser escolhido alunos com mais de dezessete anos, só que misteriosamente Harry é escolhido e forçado a compertir, gerando certo desconforto entre os alunos, diretores e professores.

Mais uma vez vemos os insuportávei dos Dursley, ainda que brevemente, pois Harry junto com Hermione e os Weasleys vão para Hogwarts assistir a Copa do Mundo de Quadribol.

J.K. Rowling continua sendo uma escritora genial em todos os sentidos possíveis e inimagináveis, nesta obra o leitor é levado para inúmeras aventuras e muitos desafios, notei que nessa obra, já começa ficar mais sombrio e cheio de enigmas.

O Torneio Tribruxo é de tirar o fôlego, são diversos desafio que os melhores dos melhores alunos vão ter que enfrentar e apenas um torna-se o campeões.

Os misteriosos Comensais da Morte conjuram a Marca Negra, causando pânico entre os bruxos e diversos alunos, deixando uma história bem enigmática e sombria.

Fiquem ligados que em breve terá resenha do quinto livro da Saga Harry Potter, não deixem de comentar e compartilhar.


[Resenha] O Último Abraço


Livro: O Último Abraço
Autor: Vitor Hugo Brandalise
Páginas: 138
Ano: 2017

Sinopse: Em um ensolarado domingo de setembro de 2014, Nelson Irineu Golla, 74 anos, atendendo à súplica da esposa, Neusa, 72, abraça-se a ela com uma bomba de fabricação caseira junto ao peito e acende o pavio. Embora pareça um romance, O último abraço é uma grande reportagem, cujo leitmotiv é o desejo dos protagonistas de morrer. Ela, depois de dois AVCs, definha numa clínica para idosos; ele, inválido de um braço, não suporta mais vê-la implorando com os olhos para que a matem. O caso, que ficara conhecido na Justiça como “um Romeu e Julieta da terceira idade”, é aqui reconstituído por Vitor Hugo Brandalise nos mínimos detalhes.

A eutanásia é definida como a conduta pela qual se traz a um paciente em estado terminal, ou portador de enfermidade incurável que esteja em sofrimento constante, uma morte rápida e sem dor. É prevista em lei, no Brasil, como crime de homicídio. (Site)

 Como diz a própria sinopse parece um romance, mas é uma reportagem. 
Nesse livro o autor irá trazer a história de "Seu" Nelson e Dona Neusa, casado há 54 anos, tiveram uma vida feliz, ele a amava e ela também o amava, uma cumplicidade fantástica.
Construíram sua vida e sua família com bastante trabalho, até que um dia ele fica inválido de um braço e ela sofre seu primeiro AVC, passaram por dificuldades e ela é levada a uma casa de idosos, retorna para casa e é quando ela sofre seu segundo AVC. A situação tende a piorar e acaba chegando a um estado vegetativo.


"Diante de suas opiniões a respeito da velhice, os filhos se perguntaram como ele trataria Neusa, cada dia mais dependente. A rabugice do pai piorava a cada dia, e os filhos temeram que ele a tratasse com impaciência ou de forma rude. Mas, desde o primeiro AVC, não foi o que aconteceu. Com a doença da esposa, Nelson foi forçado a enfrentar seus medos. Acompanhou de perto o que significa envelhecer."

Nelson vê a tristeza nos olhos de sua esposa e resolve tirar a dor dela e dele, cria uma bomba caseira e a abraça junto ao seu peito.
É uma história emocionante de se ler, que me fez chorar demais.
Não sei se eu teria coragem de um ato de amor desses, sim para mim foi um ato de amor, de não querer ver o outro sofrer e de não sofrer.


"Nelson sentia-se solitário naquele tempo. Como se não bastasse a falta de Neusa, onde estavam amigos e parentes? Onde estavam aqueles que antigamente os rodeavam e lotavam o salão do terceiro andar? Eram agora "seus inimigos"? Alguns haviam morrido, é verdade, mas nem todos. O telefone de casa já não tocava mais, e poucos além dele, dos filhos e dos netos visitavam Neusa na Novo Lar."

O caso foi levado a justiça e ficou conhecido como "Romeu e Julieta da terceira idade". O autor trás relatos dos filhos e cartas dos amigos do casal, além de informações da justiça, e um pouco sobre a Eutanásia no Brasil.
É uma história real que vale a pena se ler.



Quer adquirir o livro? Acesse aqui!

[Resenha] Origem do Além


Livro: Origem do Além
Autor: Evezel
Páginas: 388
Ano: 2016

Sinopse: O Sol e o Caos travam uma incessante batalha pela liderança do novo Sistema que surgiu em uma nova Galáxia, chamada Via Láctea. Tudo está sob o controle do Sol até que a sucumbência de um planeta, ineditamente envolto de trevas que nem o mais brilhante dos brilhantes consegue iluminar, acontece. Cabe ao mesmo recrutar as forças do Sistema Solar. Apresentam-se apenas doze corajosos guerreiros. São eles: Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes. Está nas mãos da, agora nomeada, Armada do Sol lutar contra o Caos para impedir que o planeta, e mais tarde o Sistema todo, seja envolto de escuridão. Mas antes da guerra começar, terão de guerrear contra si mesmos, em uma batalha interior para provar que estão preparados.

Demorei para terminar de ler esse livro, pois eu não queria abandonar os personagens e achei fantástica a ideia do autor.
De início seremos apresentados a criação do Sistema Solar e a tentativa do Caos de dominar tudo, o que não consegue, pois o Sol consegue eliminá-lo.
Mas diante de toda criação novamente o Caos surge e dessa vez o Sol irpa precisar de guerreiros (signos) para destruir o Caos.
a leitura é bastante detalhada e as características dos guerreiros são as características trazida na nossa astrologia e isso é bem bacana.
Após serem recrutados e tudo planejado eles partem para onde o Caos está instalado.
Podemos ver uma mistura que nos remete ao que lemos na Bíblia com a história contada no livro.

"- Eu conheço isso, chama-se Oceano. Eu tenho controle total sobre eles. - disse Peixes, que logo apontou para frente seu tridente e fez com que aquela extensa água abrisse um caminho sólido no meio."

Somos apresentados as personalidades dos guerreiros em meio a batalha nas umbras. Os 12 irão se separar em grupos de 3 (cardinais, fixos e mutáveis). 
Então eles partem para batalha e após derrotar o primeiro umbral cada guerreiro terá sua batalha interna, após eles guerrearem internamente, partem para a batalha definitiva contra o Caos.
Quem irá vencer? O bem ou o mal?
Qual lados os guerreiros irão escolher?
Vale salientar que as constelação, galaxias e estrelas trazidas no livro são baseadas na nossa realidade.

Quer adquirir o livro? Acesse Aqui

[Parceira] Editora Illuminare - Renovada

É com grande honra e prazer que venho informa a vocês que nossa parceria com a Editora Illuminare foi RENOVADA

\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/


A Illuminare nasceu em janeiro de 2014, fruto do desejo de unir livros e leitores, democratizando a leitura e descobrindo novos talentos na literatura nacional e internacional.
Essa é a terceira vez que renovamos a nossa parceria e me sinto honrada por isso.
O objetivo da Editora Illuminare é abrir caminhos para novos escritores brasileiros na busca da concretização dos seus sonhos onde encantar o leitor é o foco principal.

Venham conhecer um pouco mais sobre a editora:

Face I ou II | Site

Nossas Resenhas da editora:


Mais uma vez obrigada a Editora Illuminare



[Parceiro] Lucinei Campos

É com grande prazer que hoje venho falar de mais um autor parceiro do nosso blog.

Vamos conhecê-lo:


Biografia:

Nascido em 16 de outubro de 1983, Lucinei M. Campos é um jovem professor e escritor de alma e profissão. Carioca, foi criado nas ruas da Maré, um dos maiores complexos de favelas do Rio.
Formou-se em História e se especializou em História da África e da Diáspora Africana no Brasil. Divide sua carreira de escritor lecionando na rede pública estadual de ensino local para jovens, adolescentes e pré-adolescentes.
Atua no mercado literário como autor independente, sendo conhecido como o Mago Branco, devido à fantasia de um dos personagens de seus livros, que utiliza em suas apresentações. Além da série Lavínia, acaba de lançar o romance juvenil Violeta não Sabe Amar, sua primeira obra no formato digital.
Lavínia e a Árvore dos Tempos, lançado em 2014, veio para concretizar um sonho de menino em ver uma criação sua sair do seu imaginário e se integrar ao de outras pessoas: adultos, jovens e crianças que, assim como ele, tem o espírito inquieto a procurar e a contar sempre novas e boas histórias. Lavínia e Magia Proibida, lançado na Bienal do Livro do Rio, em 2015, dá continuidade a esse sonho.
Ambos os livros são infantojuvenis que abordam ao mesmo tempo fantasia e realidade, com temas recorrentes e atuais, mas com leveza e humor. Talvez por isso, tem sido muito bem aceito entre esse público e os demais, estando sempre presentes em eventos do ramo, inclusive em outros estados. Em 2016, os livros percorreram importantes eventos literários, como o Flipoços, o Salão do Livro Vale do Aço, as bienais do livro de Minas e de Juiz de Fora; além da de São Paulo e de Brasília.
Devido a sua ligação com o universo escolar, os livros têm sido adotados como paradidáticos em turmas dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares do Rio, se encaminhando para serem distribuídos em outros estados.

Conhecendo seus livros:

Lavínia e a Árvore dos Tempos 


Se você se visse cercado por seres nunca vistos antes, como uma fada homem rabugenta, que carrega uma peixeira e detesta humanos? Aconteceu com Lavínia, uma menina de nove, quase dez anos, um pouco diferente das meninas de sua idade que teve sua vida transformada, ao receber uma fada distinta a qualquer criatura mágica conhecida. Laus detestava seres humanos, e por esta razão, teria de cumprir pena ao seu lado por todos os males feitos contra os mesmos. O que seria um presente para a menina era um castigo para ele, que para entrar no nosso mundo teve que tocar seu dedo num livro que o transformaria em um típico morador da região escolhida. Mas, por engano, tocou num lugar bem oposto à terra da menina. Assim, seu nome, sua varinha, suas roupas, se modificaram completamente. Laus passou a ser Lorivaldo, e sua varinha, uma peixeira.
Juntos, vão desvendar os segredos da imponente Árvore dos Tempos, que dá pergaminhos no lugar de frutos, e onde surgem nomes de pessoas importantes para a história da humanidade. O que pode revelar traços de coisas misteriosas e em comuns que há entre os dois e o mundo dos quais pertencem. 

Lavínia e a Magia Proibida 


Lavínia está crescendo e com ela as dúvidas e curiosidades. Agora, com 10, quase 11 anos de idade, mais uma vez a menina se verá junto aos seus amigos inseparáveis, Léo e Lorivaldo, em meio a novas aventuras. É que criaturas mágicas de caráter duvidoso estão chegando ao Brasil no momento em que acontece um dos maiores eventos esportivos: a Copa do Mundo de Futebol.
Além de seus problemas pessoais com os Valentões e as Marrentinhas na escola e com a loucura de ter uma fada homem e bem rabugenta ao seu lado, a estranha chegada de um bruxo misterioso à cidade trará perigos, principalmente para ela, que corre o risco de ser capturada desde que souberam de seu nome na Árvore dos Tempos.
Juntos, os amigos vão descobrir que há muito mais magia em nosso mundo do que possamos imaginar e que nem sempre ela é permitida pelos seres que a rege. Lavínia terá de ser forte para escolher um lado, diante do que encontrará.

Violeta não Sabe Amar 


É possível alguém não saber amar?
Violeta acredita que sim. A menina de 15 anos de idade, viciada em biscoito recheado de baunilha e fã da banda Coldplay odeia o amor com todas as suas forças, enquanto a romântica Duda se apaixona quase todos os dias. Junto a Nico - o menino calado, que gosta de anime e que completa o trio inseparável de amigos - Violeta bola diversas armações para afastar Duda de suas paixonites e se vê em algumas roubadas, como poder perder a amizade de sua melhor amiga e sustentar suas convicções sobre os seus sentimentos.
Será que Violeta não sabe mesmo amar?

Entrem em contato com o autor e adquiram os livros:

Facebook: /Lucinei M.Campos 
/LucineiMCampos 
/LaviniaeaArvoredosTempos 
Instagram: @lucineimcampos 
Twitter: @lucineimcampos 
Google +: Lucinei M. Campos 
Skoob: Lucinei M. Campos

[Resenha] Maria do Sol



Livro: Maria do Sol
Autora: Alice Raposo
Páginas: 127
Ano: 2016

Sinopse: “Um crime, uma culpa, um fantasma...”Todo livro tem sua história, algo que foi o propulsor para sua criação. Maria do Sol surgiu de uma madrugada que trouxe um sonho. Durante o dia se materializou em um conto. Dois anos após, voltei-me para ela e a concluí.Pedrinho e Maria do Sol irão nos levar por um caminho sem volta. É claro! Pois todo percurso que se segue não há como retroceder em suas consequências. Por isso, agir sem pensar não é um meio a se seguir. Seremos morada das consequências de nossos atos.Portanto, é tão importante analisar cada passo que será dado, não matematicamente como num jogo, pois a existência se tornaria fria e sem vida, mas com verdade, diálogo e sinceridade no agir.

Maria do Sol é um livro curtinho e bem gostoso de se ler.
Nele vamos conhecer Pedrinho, um garoto solitário, que não tem amigos, na realidade sua única amida é sua babá Milena. Filho de Vicentinho e sofia, que trabalham bastante para dá uma vida confortável ao filho, mas acaba faltando o principal, dá atenção e carinho. 
No dia do aniversário de sua vó, Pedrinho vai a fazenda e lá conhece uma garotinha chamada Maria do Sol, eles passam um dia bastante agradável, mas Maria do Sol acaba dando atenção a outros meninos e Pedrinho com ciúmes acaba empurrando-a na piscina e corre para se esconder e escuta que ele matou a menina.
Pedrinho cresce com a angústia, tristeza e lembranças daquela garotinha, se isola do mundo na adolescência e ingressa no curso de psicologia, quando as lembranças começam a perturbá-lo novamente, chegando até a sonhar com Maria do sol a ponto de vê-la próximo ao ponto de ônibus, ele resolve se abrir com o psicologo e novos rumos sua vida toma.
Esse livro vai nos mostrar como a falta de diálogo com uma criança e a ausência dos pais podem afetar uma criança.

Quer adquirir o livro? Acesse Aqui

[Entrevista] Afonso Celso

Hoje a entrevista é com o autor Afonso Celso, confiram a resenha que fiz de seu livro O Limpador de Quintais (Resenha



Suka: Fale um pouco sobre você:
Afonso: Nasci em uma pequena cidade chamada Morros/MA e, desde cedo me interessei pelas artes, notadamente a música e a literatura. Mais tarde, paradoxalmente, me formei em engenharia mecânica, profissão que exerci por vinte e dois anos. Sou compositor e "arranho alguns instrumentos". Tenho outra atividade profissional e divido meu tempo entre essa atividade, a literatura e a música. Como lazer gosto de cinema, praia, viagens, e um bom pate papo.

Suka: Você sempre quis ser escritor?
Afonso: Há muito tempo tinha vontade de escrever um livro. Adiei esse sonho durante muito tempo até que surgiu a ideia de escrever "A outra chance". Foi um livro que tomou dois anos de minha vida e a primeira pessoa que o leu foi a minha filha quando tinha apenas catorze anos. Vi que ela gostou muito e se emocionou. Foi o sinal para que eu continuasse escrevendo.

Suka: Como surgiu a ideia de escrever o livro O limpador de quintais?
Afonso: Como disse na resposta anterior, o sonho é antigo. Quanto ao romance "O limpador de quitais", a ideia me ocorreu quando eu morava em uma cidade chamada Barcarena/PA, na Vila dos Cabanos que é uma espécie de bairro da cidade e apareceu um menino em minha casa me pedindo para limpar o meu quintal. Percebi imediatamente que o que ele queria mesmo era comida. E, assim, eu o alimentei e ele vinha todo sábado. Fazia pequenos trabalhos, mais para passar o tempo e almoçar e depois ia embora. O personagem Oslec, da estória, na verdade, sou eu. Lei ao contrário.

Suka: Quanto tempo levou para escrever esse livro?
Afonso: Esse foi o livro que me tomou mais tempo porque o personagem principal, o menino Dudu, incrivelmente parecia ter vontade própria e, eu tinha imaginado um final para ele mas, quando me dava conta, ele estava "tomando" um rumo diferente. Tive que parar inúmeras vezes para "corrigir" o destino do menino. Foi engraçado.

Suka: Quais de suas obras você mais gostou de escrever?
Afonso: Essa é uma pergunta difícil de responder. Cada livro que escrevo é como um filho. Eu me dedico a produzir o melhor que posso pois o meu objetivo é provocar emoções nos meus leitores. Gosto de todos eles indiscriminadamente.

Suka: Quem te apoiou na sua ideia (editora, família, amigos)?
Afonso: Quem mais me apoiou foi, indiscutivelmente, a minha filha. Depois, amigos. Fique claro, no entanto, que você tem que tomar a decisão de escrever. É preciso fazer um auto-julgamento (o que é muito difícil) e, depois, pedir a alguém de confiança que lhe dê uma opinião sincera. Não adiantam opiniões de pessoas que só querem lhe agradar.

Suka: Fale um pouquinho sobre seu livro.
Afonso: "O LIMPADOR DE QUINTAIS" é um romance que retrata a vida de muitas crianças brasileiras. Fala de violência policial, tráfico de drogas, miséria, analfabetismo e ignorância. Mostra também que há pessoas que se preocupam com o bem estar de seus semelhantes. Fala de amor, perdão e de Jesus Cristo. É a estória do "dia-a-dia" de muitas crianças deste país.
Vou contar um segredo (só entre nós, rsrsrs): observe que o personagem Dudu imagina que conversa com o campinho de futebol e com a mangueira. Veja o que acontece na última página do romance. O que você entende?

Suka: Se quiser escrever mais alguma coisa que acredita ser interessante fique a vontade. 
Afonso: Gostaria de lhe falar e aos seguidores que o mais importante em qualquer projeto que tomemos é acreditar em nós mesmos. Se você não acredita em si, quem vai acreditar? Por isso digo-lhes que tudo é possível, nós somos capazes de qualquer coisa. Só precisamos acreditar.
Foi um enorme prazer responder as suas perguntas. Estou à disposição dos meus leitores.
Um beijo para todos!

Obrigada Afonso por se disponibilizar em nos responder.


Resultado da Maratona Literária de Páscoa

Galerinha essa maratona foi tensa! 
Confiram o vídeo!


Alguém fez maratona na páscoa?

[TAG] Páscoa em Livros

Hoje vim trazer uma TAG bem legal pra vocês. É a TAG Páscoa em Livros criada pelo canal Devorando Livros (Aqui)

Confiram minhas escolhas:


Temas: 

1. Um livro que gostaria que se reproduzisse como um coelho, que tivesse uma continuação.
Um Tom Mais Escuro da Magia
Quer adquirir o livro? AQUI

2. Um livro que te surpreendeu como o surpresa dentro de um ovo de Páscoa.
Érica
Quer adquirir o livro? AQUI 

3. Um livro doce na medida certa, como chocolate.
Amor de Cordel
Quer adquirir o livro? AQUI

4. Jesus morreu na Sexta-feira Santa e ressuscitou no domingo de Páscoa, um livro que começou ruim e depois ficou bom.
A Seleção
Quer adquirir o livro? AQUI

5. Um livro está na sua cesta.
O Diário de Anne Frank
Quer adquirir o livro? AQUI

Essas foram as minhas escolhas e deixo a dica para quem quiser fazer e n;ao esqueçam de dar os devidos créditos ao Devorando Livros.